A Netskope foi nomeada Líder no Quadrante Mágico do Gartner™ de 2022 para Security Service Edge. Obtenha o Relatório

  • Produtos

    Os produtos Netskope são construídos na Netskope Security Cloud.

  • Plataforma

    Visibilidade incomparável e proteção de dados e contra ameaças em tempo real na maior nuvem privada de segurança do mundo.

Netskope é nomeada Líder no Relatório do Quadrante Mágico™ do Gartner de 2022 para SSE

Obtenha o Relatório Vá para a plataforma
Netskope gartner mq 2022 sse leader

A Netskope oferece uma pilha de segurança na nuvem moderna, com capacidade unificada para proteção de dados e ameaças, além de acesso privado seguro.

Explore a nossa plataforma
Birds eye view metropolitan city

Mude para serviços de segurança na nuvem líderes de mercado com latência mínima e alta confiabilidade.

Saiba mais
Lighted highway through mountainside switchbacks

Previna ameaças que muitas vezes contornam outras soluções de segurança usando uma estrutura SSE de passagem única.

Saiba mais
Lighting storm over metropolitan area

Soluções de zero trust para a implementação de SSE e SASE

Saiba mais
Boat driving through open sea

A Netskope permite uma jornada segura, inteligente e rápida para a adoção de serviços em nuvem, aplicações e infraestrutura de nuvem pública.

Saiba mais
Wind turbines along cliffside
  • Nossos clientes

    Netskope atende a mais de 2.000 clientes em todo o mundo, incluindo mais de 25 dos 100 da Fortune.

  • Customer Solutions

    Estamos aqui junto com você a cada passo da sua trajetória, assegurando seu sucesso com a Netskope.

  • Treinamento e certificação

    Os treinamentos da Netskope vão ajudar você a ser um especialista em segurança na nuvem.

Ajudamos nossos clientes a estarem prontos para tudo

Ver nossos clientes
Woman smiling with glasses looking out window

A talentosa e experiente equipe de Serviços Profissionais da Netskope fornece uma abordagem prescritiva para sua implementação bem sucedida.

Saiba mais
Netskope Professional Services

Proteja sua jornada de transformação digital e aproveite ao máximo seus aplicativos de nuvem, web e privados com o treinamento da Netskope.

Saiba mais
Group of young professionals working
  • Recursos

    Saiba mais sobre como a Netskope pode ajudá-lo a proteger sua jornada para a nuvem.

  • Blog

    Saiba como a Netskope viabiliza a segurança e a transformação de redes através do security service edge (SSE).

  • Eventos e workshops

    Esteja atualizado sobre as últimas tendências de segurança e conecte-se com seus pares.

  • Security Defined

    Tudo o que você precisa saber em nossa enciclopédia de segurança cibernética.

Podcast Security Visionaries

Episode 15: Building Permanent Security Awareness

Reproduzir o podcast
Black man sitting in conference meeting

Leia as últimas novidades sobre como a Netskope pode viabilizar a jornada Zero Trust e SASE por meio dos recursos do security service edge (SSE).

Leia o Blog
Sunrise and cloudy sky

SASE Week

Netskope is positioned to help you begin your journey and discover where Security, Networking, and Zero Trust fit in the SASE world.

Saiba mais
SASE Week

O que é o Security Service Edge?

Explore o lado de segurança de SASE, o futuro da rede e proteção na nuvem.

Saiba mais
Four-way roundabout
  • Empresa

    Ajudamos você a antecipar os desafios da nuvem, dos dados e da segurança da rede.

  • Por que Netskope

    A transformação da nuvem e o trabalho em qualquer lugar mudaram a forma como a segurança precisa funcionar.

  • Liderança

    Nossa equipe de liderança está fortemente comprometida em fazer tudo o que for preciso para tornar nossos clientes bem-sucedidos.

  • Parceiros

    Fazemos parceria com líderes de segurança para ajudá-lo a proteger sua jornada para a nuvem.

A Netskope possibilita o futuro do trabalho.

Saiba mais
Curvy road through wooded area

A Netskope está redefinindo a nuvem, os dados e a segurança da rede para ajudar as organizações a aplicar os princípios de Zero Trust para proteger os dados.

Saiba mais
Switchback road atop a cliffside

Pensadores, construtores, sonhadores, inovadores. Juntos, fornecemos soluções de segurança na nuvem de última geração para ajudar nossos clientes a proteger seus dados e seu pessoal.

Meet our team
Group of hikers scaling a snowy mountain

A estratégia de comercialização da Netskope, focada em Parcerias, permite que nossos Parceiros maximizem seu crescimento e lucratividade enquanto transformam a segurança corporativa.

Saiba mais
Group of diverse young professionals smiling

A desconfiança digital é a resposta?

01 de novembro de 2022

A "confiança digital" é o termo do momento, com a McKinsey sendo a mais recente organização a mergulhar no assunto. O relatório da consultoria, "Why Digital Trust Matters", apresenta uma pesquisa global realizada entre líderes empresariais e consumidores, explorando suas percepções sobre a confiança digital e os comportamentos que ela motiva.

A McKinsey define confiança digital como "a confiança de uma organização para proteger os dados do consumidor, empenhar uma segurança cibernética eficaz, oferecer produtos e serviços confiáveis baseados em IA, e fornecer transparência em torno da IA e do uso dos dados".

E o relatório contém alguns achados preciosos, tais como o fato de que as organizações que constroem essa confiança digital terão maior probabilidade de ver um crescimento de pelo menos 10% nas receitas e nos resultados. A confiança digital, ao que parece, tem valor. 

O que mais se destacou do relatório para mim foi o reconhecimento e o alto valor que os consumidores atribuem à confiança digital. Os dados da McKinsey sugerem que 85% deles pensam que é importante conhecer as políticas de privacidade de dados de uma empresa antes de fazer uma compra. A importância dada à "quantidade de dados pessoais necessários" foi igual à "velocidade de entrega" na decisão por uma compra.  

Por enquanto, vamos deixar para lá os problemas com o rótulo abrangente de "consumidores"; uma palavra que pretende encapsular cada membro do público comprador, como se eles se movessem e pensassem da mesma forma. No clima atual, o número de consumidores que podem se dar ao luxo de tomar decisões baseadas na confiança e não no custo está provavelmente diminuindo rapidamente. 

Para mim, esses 85% que verificam reputação e credibilidade antes de divulgar dados pessoais ou fazer transações parecem ser um caso forte de autorrelato otimista. Os consumidores sabem que esta é a maneira ideal de se comportar, mas na realidade sabemos que um grande número de consumidores está se envolvendo com aplicações nefastas e negócios descuidados. Francamente, como consumidores, todos nós devemos reconhecer que normalmente não lemos as informações cuidadosamente elaboradas sobre a política de proteção de dados que as empresas fornecem. 

Uma das grandes questões com a qual nos deparamos ao tentar fazer estes julgamentos de confiança são os dados e a divulgação. As informações fornecidas não são padronizadas, bem relatadas ou prontamente disponíveis. Se notamos declarações de privacidade, é porque elas frustram nossos esforços para uma transação rápida e sem problemas. 

Eu diria que um agente não tão reconhecido neste relatório é a marca. Os consumidores atribuem confiança digital às marcas, que formam um sistema para categorizar rapidamente impressões de confiança. Sem nunca ler a política de proteção de dados da Microsoft ou do Google, os consumidores confiam neles. O mesmo vale para a marca já estabelecida dos seus bancos, embora talvez haja um nível maior de dúvida quanto a empresas mais novas. Talvez o HSBC tenha construído uma confiança com sua marca já estabelecida que se estende ao domínio digital, enquanto a Revolut ainda esteja trabalhando na sua e tem que ir ao infinito e além para delinear políticas de dados. 

Estas percepções quanto à confiança digital em uma marca ganham tempo para as organizações, mas podem ser claramente revogadas. A pesquisa da McKinsey mostra que 40% dos consumidores deixaram de comprar de uma empresa quando ela violou a confiança digital. Quando colocado ao lado dos 57% dos executivos que reconhecem ter sofrido uma violação nos últimos três anos, isto é obviamente de uma importância crítica. 

Uma vez que você reconhece que essa percepção da confiança digital existe dentro das marcas, a discussão sobre como construir e manter essa confiança se torna mais complexa. Como não se trata apenas de empresas fazendo as coisas certas, você precisa ter consciência de que há muitos atores nefastos imitando sua marca para fazer as coisas erradas. 

O exemplo mais famoso seria pensar sobre o impacto duvidoso do título que a DHL recebeu por ser uma das marcas mais imitadas pelos cibercriminosos. Ou sobre o impacto de longo prazo que provedores de nuvem confiáveis sofrem quando malfeitores apresentam páginas de phishing que parecem autênticas páginas de login corporativas do OneDrive. Se colocarmos toda nossa energia na construção da confiança digital nessas marcas, não será mais provável que consumidores reduzam suas verificações de segurança, dando aos criminosos que as imitam um passe livre?

Em última análise, há uma série de coisas que as organizações podem fazer para aumentar sua confiança digital, e eu afirmaria que uma dessas coisas deve ser encorajar os consumidores a não confiar. Promover uma abordagem de "zero trust" nas interações digitais entre os consumidores não só irá servir para educar, mas também demonstrará um compromisso com a proteção dos dados e a segurança cibernética e, em última instância, reduzirá as chances de sua marca estar envolvida em um incidente de violação dos dados.

author image
Ilona Simpson
Ilona Simpson atua como Chief Information Officer EMEA da Netskope. Uma CIO experiente, ela tem mais de 20 anos de experiência em iniciar e liderar a implementação de novas estratégias de negócios/tecnologia e modelos operacionais. Durante sua carreira, ela entregou valor em todas as fases de um negócio: alto crescimento, desacelerações, integração de novos negócios e desinvestimentos.